© 2017 por 50 Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Helena - 50 Livros

RESENHA de "Um Estudo em Vermelho", de Sir Arthur Conan Doyle - #DESAFIOCULTURA2018 e #MET


SINOPSE DE ORELHA

Publicado originalmente em 1887, Um estudo em vermelho chegou a ser considerado uma espécie de "livro do Gênesis" para os casos de Sherlock Holmes, pois marca não só a primeira aparição pública do detetive mais popular da literatura universal como o primeiro encontro entre Holmes e Watson. Ao buscar conhecer melhor seu novo amigo, em pouco tempo Watson vê-se envolvido numa história sinistra de vingança e assassinato...

SOBRE O AUTOR

Foi um escritor e médico britânico, mundialmente famoso por suas 60 histórias sobre o detetive Sherlock Holmes, consideradas uma grande inovação no campo da literatura criminal. Foi um escritor prolífico cujos trabalhos incluem histórias de ficção científica, novelas históricas, peças e romances, poesias e obras de não-ficção.

Arthur Conan Doyle viveu e escreveu parte de suas obras em Southsea, um bairro elegante de Portsmouth.

NOTAS

ENREDO: 5

PERSONAGENS: 5

DESENVOLVIMENTO E ESCRITA: 3

INÍCIO: 5

MEIO: 3

FIM: 4

NOTA FINAL: 4,2 de 5

LIVRO BOM PARA: investigar

MINHA RESENHA

Tenho uma relação um tanto conturbada como senhor Sherlock Holmes.

Apesar de ter uma afeição muito grande pelos personagens e até mesmo vilões e à construção de seus crimes, não consigo gostar totalmente de suas histórias. Sou uma verdadeira fã do gênero policial e investigativo, tanto que amo a Rainha do Crime, Agatha Christie, mas o personagem principal de Sir Arthur Conan Doyle não me convence em nada.

Nesse livro em questão, o crime é muito bem colocado, a interação entre os personagens também, mas já como o crime é solucionado é muito irreal e até desleixado. Tudo o que Sherlock vê e percebe para deduzir o crime não é mostrado para o leitor, toda a narrativa foi feita para que o leitor não descubra com o consultor da polícia. Tudo é feito para que Sherlock pareça o máximo, somente ele.

Isso me irrita demais. Isso e o fato do criminoso ser encontrado no meio do livro e, marca da narrativa do autor, sempre é alguém que NUNCA apareceu na trama ou foi citado de maneira contundente. Aí passa-se o resto do livro contando a história de vida do assassino para justificar seus atos. E isso, meus amigos, é feito muito lentamente e não ajuda em nada para nos convencer.

Então por que não houve uma nota baixa? Eu realmente não sei, acho que foi um livro bem escrito, a edição da Zahar estava linda, o que gerou uma experiência de leitura bem gostosa e satisfatória. Mas se levarmos em consideração que trata-se de um livro de menos de 200 páginas que demorei mais de 3 dias para ler, acho que é um sintoma de que algo no ritmo da escrita não vai bem.

"Um Estudo em Vermelho" é uma leitura obrigatória para os amantes do gênero, mas não sinta-se na obrigação de amá-lo. Nem sempre o que é clássico nos cativa de verdade.

COMPRO, BAIXO, PEGO EMPRESTADO OU PASSO LOTADO?

Essa história está no Kindle Unlimited, mas é fácil de encontrar em sebos, livrarias e bibliotecas. Há muitas opções de qualidade, então fique a vontade nessa. ;-)

ONDE COMPRAR

Amazon.com (Kindle Unlimited) Saraiva.com.br

Livraria Cultura

Quer participar do projeto? Então poste uma foto com o seu Um Estudo em Vermelho com a hashtag #blog50livros que adorarei ver. E já fez resenha sobre ele no Skoob? Então me envie um email para contato@50livros.com que vou ler com muito amor! ;-)

#livro #romancepolicial #investigação #literaturainglesa #sirarthurconandoyle

3 visualizações