• Helena - 50 Livros

RESENHA de "A Última Festa", de Lucy Foley - #INTRINSECOS


SINOPSE DE ORELHA

Todo ano, nove amigos comemoram o réveillon juntos. Desta vez, apenas oito vão voltar para a casa depois da festa.Programado para acontecer em um cenário idílico, o réveillon que Miranda, Katie e os outros amigos que conheceram na faculdade passarão juntos este ano promete refeições deliciosas regadas a champanhe, música, jogos e conversas descontraídas.No entanto, as tensões começam já na viagem de trem — o grupo não tem mais nada em comum além de um passado de convivência, feridas jamais cicatrizadas e segredos potencialmente destrutivos.E então, em meio à grande festa da última noite do ano, o fio que os mantém unidos enfim arrebenta. No dia seguinte, alguém está morto e uma forte nevasca impede a vinda do resgate. Ninguém pode entrar. Ninguém pode sair. Nem o assassino.Contada em flashbacks a partir das perspectivas dos vários personagens, a história deste malfadado encontro é um daqueles mistérios de assassinato cheio de tensão e de ritmo perfeito. Com uma trama assustadora e brilhantemente construída, A Última Festa planta no leitor a semente da dúvida: será que velhos amigos são sempre os melhores amigos? SOBRE A AUTORA

LUCY FOLEY estudou Literatura Inglesa e trabalhou durante anos no mercado editorial como editora de ficção, até se dedicar à escrita em tempo integral. A Última Festa é sua estreia na literatura de suspense, após a publicação de três romances históricos, que foram traduzidos para dezesseis idiomas. Já escreveu para veículos como ES Magazine, Sunday Times Style, Grazia e outros.

NOTAS ENREDO: 5 PERSONAGENS: 5 DESENVOLVIMENTO E ESCRITA: 5 INÍCIO: 5 MEIO: 5 FIM: 4 NOTA FINAL: 5 de 5 + ❤️ LIVRO BOM PARA: ficar de boca aberta MINHA RESENHA

Todo mundo aqui tá cansado de saber que eu amo thrillers e romances policiais. Apesar de ser difícil me desagradar, já li tantas histórias que fica fácil achar algum enredo batido, mas não foi o que aconteceu aqui. O mote da história pode parecer simplista, mas o desenvolvimento é extremamente bom. Os personagens são cheios de nuances e a própria relação entre eles é tão tensa que você até se sente ansioso e um tanto desconfortável lendo. A aura que permeia o livro é de muito mistério, ainda mais pelo fato de você demorar a saber quem foi que morreu, quanto mais quem matou. Alternando passagens do presente, passado próximo e passado longínquo, o clima da leitura fica no ponto certo para se tornar inesquecível. Eu achei o final extremamente mirabolante, mas eu gostei, porque você fica tão envolvido na leitura que você compra qualquer coisa que a autora jogar para você. "A Última Festa" é um perfeito exemplo de que um bom thriller não precisa do enredo mais inovador do planeta, mas sim de um ritmo arrebatador.

COMPRO, BAIXO, PEGO EMPRESTADO OU PASSO LOTADO?

Li ele na edição da Intrínsecos, em capa dura. Ficou uma edição muito bonita, nesse tom gelo, mas a letrinha estava um pouquinho menor do que eu acho confortável. Se eu não assinasse a caixinha, iria direto no ebook, sem dúvida.

ONDE COMPRAR Amazon.com A CAIXINHA DE DEZEMBRO DE 2019 DA INTRÍNSECOS

Como toda caixa de fim de ano, veio um calendário de brinde. Apesar de ser algo bem batido, eu curti bastante. O apoio funciona muito bem e ficou lindo no meu estúdio.

Visite aqui o canal de Bárbara Rocha NOTA DA CAIXINHA: 5 de 5

ASSINE A INTRÍNSECOS!

ASSINE AQUI!

Quer participar do projeto? Então poste uma foto com o seu A Última Festa com a hashtag #blog50livros que adorarei ver. E já fez resenha sobre ele no Skoob ou GoodReads? Então me envie um email para contato@50livros.com que vou ler com muito amor! ;-)

#thriller #policial #intrínsecos #intrínseca #livro #lucyfoley

7 visualizações

© 2017 por 50 Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com