• Helena - 50 Livros

A EXPERIÊNCIA de "Herdeiras do Mar", de Mary Lynn Bracht - #TAGINEDITOS




SINOPSE DE ORELHA A história comovente e desconhecida das mulheres coreanas na Segunda Guerra Mundial ganha vida neste romance épico, profundo e sensível sobre duas irmãs e um amor capaz de atravessar gerações.


Quando Hana nasceu, a Coreia já estava sob ocupação japonesa, e por isso a garota sempre foi considerada uma cidadã de segunda classe, com direitos renegados. No entanto, nada diminui o orgulho que tem de sua origem. Assim como sua mãe, Hana é uma haenyeo - uma mulher do mar, que trabalha por conta própria seguindo uma tradição secular. Na Ilha de Jeju, onde vivem, elas são as responsáveis pelo mergulho marinho - uma atividade tão perigosa quanto lucrativa, que garante o sustento de toda a comunidade.


Como haenyeo, Hana é independente e corajosa, e não há ninguém no mundo que ela ame e proteja mais do que Emi, sua irmã sete anos mais nova. É justamente para salvar Emi de um destino cruel que Hana é capturada por um soldado japonês e enviada para a longínqua região da Manchúria.


A Segunda Guerra Mundial estava em curso e, assim como outras centenas de milhares de adolescentes coreanas, Hana se torna uma mulher de consolo: com a penas dezesseis anos, ela é submetida a uma condição desumana em bordéis militares. Apesar de sofrer as mais inimagináveis atrocidades, Hana é resiliente e não vai desistir do sonho de reencontrar sua amada família caso sobreviva aos horrores da guerra.


Em Herdeiras do mar, Mary Lynn Bracht lança mão de uma narrativa tocante e inesquecível para jogar luz sobre um doloroso capítulo da Segunda Guerra Mundial ainda ignorado por muitos. SOBRE A AUTORA


Mary Lynn Bracht é uma americana descendente de coreanos que agora vive em Londres. Ela é graduada em Escrita Criativa pela Universidade de Londres e foi criada em uma comunidade para mulheres desenvolvida após o fim da Guerra da Coreia. Em 2002 a autora visitou a aldeia da qual sua mãe provinha e foi durante essa viagem que surgiu a ideia de escrever "Comfort Women", publicado no Brasil como "Herdeiras do Mar".

MINHAS SENSAÇÕES

Que livro emocionante! Nunca tinha tido contato com histórias passadas durante a Segunda Guerra Mundial que mostrassem de maneira tão crua (e não ocidentalizada) da Ásia. Contada com passagens no presente e relatos do passado, a história cativa do início ao fim. Apesar do tema tão pesado, a escrita da autora é de extrema leveza, fazendo o leitor se conectar automaticamente com a história. E pode ir completamente desavisado a respeito da Coreia ao ler esse livro, pois ele consegue contextualizar bem o suficiente para a gente não ficar boiando, mas deixa em aberto várias questões que nos instigam a procurar mais sobre o assunto. As personagens são simples, porém super bem construídas. Senti empatia por todas, independente de suas escolhas e ambições. Tornou-se um dos meus livros favoritos e é uma das minhas indicações para quem procura um livro que vai sensibilizar o leitor do início ao fim.

O QUE OUVIR

O QUE ASSISTIR



SE VOCÊ GOSTOU DELE, PODE SER QUE GOSTE DE...

COMPRE "GRAMA" AQUI

ONDE COMPRAR Amazon.com

ASSINE A TAG! Assine a TAG (Curadoria ou Inéditos) através desse link e ganhe um cupom de R$35,00 para gastar na lojinha da TAG! Lá tem livros indicados, itens de papelaria e até kits dos meses passados. ;-)

https://taglivros.com/associe-se/escolha-sua-caixinha?codigo_indicacao=HELULBCW

Quer participar do projeto? Então poste uma foto com o seu Herdeiras do Mar no Instagram com a hashtag #blog50livros que adorarei ver. E já fez resenha sobre ele no Skoob? Então me envie um email para contato@50livros.com que vou ler com muito amor! ;-)

#livro #taglivros #tagineditos #marylynnbracht #ficcaohistorica #paralela

3 visualizações

© 2017 por 50 Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com