• Helena - 50 Livros

RESENHA de "A Ascensão de Senlin", (Livros de Babel - vol. 01) de Josiah Bancroft -#TURISTALITERARIO


SINOPSE DE ORELHA Thomas Senlin, o pacato diretor de uma escola rural decide levar sua esposa para passar a lua de mel na Torre de Babel, tida como a maior maravilha do mundo. Imensa como uma montanha, a Torre anciã possui incontáveis circumreinos, reinos verticais empilhados uns sobre os outros como as camadas de um bolo.


Mas quando eles chegam, Senlin percebe que a Torre não é o bastião da cultura e da tecnologia que sempre acreditou, mas uma cova traiçoeira de tiranos e ladrões, onde não se pode confiar em ninguém.


Quando a mulher de Senlin some em meio a multidão, ele deve navegar através de manicômios, salões de baile, teatros burlescos e demais níveis extraordinários para encontrá-la, se puder. SOBRE A AUTORA

Before settling down to write fantasy novels, Josiah Bancroft was a poet, college instructor, and aspiring comic book artist. When he is not writing, he enjoys recording the Crit Faced podcast with his authorial friends, drawing the world of the Tower, and cooking dinner without a recipe. He lives in Philadelphia with his wife, Sharon, their daughter Maddie, and their two rabbits, Mabel and Chaplin.


Antes de sossegar para escrever livros de fantasia, Josiah Bancroft foi poeta, professor universitário e aspirante a ilustrador de HQs. Quando não está escrevendo, gosta de gravar o podcast Crit Faced com seus amigos, delinesr o mundo da Torre e cozinhar o jantar sem receitas. Ele mora da Philadelphia com sua esposa, Sharon, sua filha Maddie e seus dois coelhos, Mabel e Chaplin.

NOTAS ENREDO: 5 PERSONAGENS: 3 DESENVOLVIMENTO E ESCRITA: 4 INÍCIO: 4 MEIO: 5 FIM: 5 NOTA FINAL: 4,5 de 5 LIVRO BOM PARA: conhecer novos mundos MINHA RESENHA


Não é segredo para ninguém que eu ando de bode para fantasias e distopias, mas essa aqui teve seu lugar. Que mundo bem construído! Me seduziu desde a primeira parte, mas demora um pouco para a história engrenar. Apesar de ter bons personagens, o desenvolvimento deles é um tanto seco e a construção política do universo ainda é muito introdutória. É um daqueles livros que é preciso lê-lo já levando em conta que há continuações, ele não consegue valer-se por si só. Contudo, o final promete bastante, me deixou intrigada para ler os livros seguintes. Foi uma leitura que curti bastante, mas creio que é preciso um pouco de paciência com ela. COMPRO, BAIXO, PEGO EMPRESTADO OU PASSO LOTADO? A edição física da Morro Branco está bonita (recebi em uma das caixinhas do Turista Literário), mas o livro é grosso e cansa um pouco para lê-lo. Agora a editora disponibiliza seus títulos em ebook (uhul! Parabéns, dona Morro Branco. Obrigada por pensar em nós, amantes de Kindle! 💜), então acho que vale mais a pena em formato digital mesmo. ONDE COMPRAR Amazon.com A CAIXINHA DE ABRIL DE 2020 DO TURISTA LITERÁRIO

Essa caixinha teve seus altos e baixos. Enquanto as pastinhas foram excelentes, o sabonete foi ok (não tem cheiro de nada) e a máscara foi péssima! Ficou impossível de usá-la: é pequena, o tecido sufoca e fica saindo do lugar o tempo todo. Não creio que foi uma caixinha voa para valer o investimento, apesar do livro ser ótimo.

NOTA DA CAIXINHA: 2,5 de 5



ASSINE O TURISTA LITERÁRIO!

ASSINE AQUI!

Quer participar do projeto? Então poste uma foto com o seu A Ascensão de Senlin com a hashtag #blog50livros que adorarei ver. E já fez resenha sobre ele no Skoob ou GoodReads? Então me envie um email para contato@50livros.com que vou ler com muito amor! ;-)

#livro #turistaliterário #morrobranco #fantasia #distopia #josiahbancroft

2 visualizações

© 2017 por 50 Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com