• Helena - 50 Livros

RESENHA de "Minha Sombria Vanessa", de Kate Elizabeth Russel


SINOPSE DE ORELHA Elogiado por Gillian Flynn e considerado um dos grandes livros de 2020, o romance de estreia de Russell explora as dinâmicas psicológicas de um relacionamento entre uma adolescente e seu professor.


Em 2000, Vanessa Wye é uma estudante solitária de ensino médio. Talentosa e com o sonho de ser escritora, Vanessa diz não se importar de ficar sozinha, principalmente quando seu professor de inglês, Jacob Strane, um homem de 42 anos, começa a prestar atenção nela, elogiando seu cabelo, suas roupas e lhe emprestando alguns de seus livros favoritos ― como Lolita, de Nabokov. Antes que Vanessa perceba, os dois embarcam em uma relação e a jovem acredita que o professor a ama e a considera especial.


Mais de uma década depois, uma ex-aluna acusa Strane de abuso sexual, e Vanessa começa a questionar se o que viveu foi realmente uma história de amor ou se não teria sido ela também uma vítima de estupro. Mesmo depois de tantos anos, Strane ainda é uma presença constante em sua vida. Como ela seria capaz de rejeitar o que considera seu primeiro amor?


Alternando entre presente e passado, o livro justapõe memória e trauma ao entusiasmo de uma adolescente descobrindo o poder do próprio corpo. Instigante e impossível de largar, o livro retrata com maestria a adolescência conturbada e suas consequências, para refletir acerca de liberdade, consentimento e abuso. Escrito com intimidade e intensidade assustadoras, Minha Sombria Vanessa capta brilhantemente os costumes culturais em transformação que guiam nossos relacionamentos e a própria sociedade.

SOBRE A AUTORA

KATE ELIZABETH RUSSELL nasceu e cresceu no Maine, Estados Unidos. Tem um doutorado em Escrita Criativa pela Universidade do Kansas e um mestrado em Belas-Artes pela Indiana University.

NOTAS ENREDO: 4 PERSONAGENS: 2 DESENVOLVIMENTO E ESCRITA: 3 INÍCIO: 4 MEIO: 3 FIM: 5 NOTA FINAL: 3,5 de 5 LIVRO BOM PARA: se decepcionar um pouco MINHA RESENHA


Bom, essa não foi exatamente uma boa leitura. Não pela história ser pesada e tal (não achei ela tão pesada assim, já li coisas bem piores), mas porque achei muita coisa mal desenvolvida. A personalidade dos personagens é rasa, não gera empatia de forma alguma. Pela temática, achei que a autora iria jogar com a dúvida, fazendo o leitor ficar eternamente dividido entre um lado e outro ou, até mesmo, duvidar dos fatos. Só que isso não aconteceu. O livro cai demais em estereótipos e clichês, chegando a fazer o leitor duvidar da inteligência da protagonista, pois o professor abusador é retratado de maneira tão pouco sedutora (acreditem em mim, TODOS os abusadores são sedutores) que você se pega pensando: como essa menina conseguiu cair nessa? Apesar do final ter sido o que eu mais gostei, porque apesar de um tanto broxante é extremamente realista, todo o desenvolvimento é morno e com certeza não faz jus a toda propaganda que foi feita do lançamento do título.

COMPRO, BAIXO, PEGO EMPRESTADO OU PASSO LOTADO?

Comecei a ler esse livro pelo audiobook em inglês, mas acabei comprando o ebook porque a narração é muito lenta (mesmo escutando em velocidade de 2x ainda estava lenta) e tornou o livro ainda mais maçante. O ebook está bom, mas não sei se é uma leitura que mereça a compra. ONDE COMPRAR Amazon.com

Quer participar do projeto? Então poste uma foto com o seu Minha Sombria Vanessa com a hashtag #blog50livros que adorarei ver. E já fez resenha sobre ele no Skoob ou GoodReads? Então me envie um email para contato@50livros.com que vou ler com muito amor! ;-)

#livro #drama #kateelizabethrussel #intrinseca

© 2017 por 50 Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com