© 2017 por 50 Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

RESENHA de "Tudo por um Popstar", de Thalita Rebouças

 

CUIDADO: essa resenha pode conter spoilers! Então, se você ODEIA isso, acho melhor você não ler esse post. ;-)

 

SINOPSE DE ORELHA

 

O novo romance da escritora Thalita Rebouças, Tudo por um pop star, da editora Rocco, aborda temas como amizade, fama e as loucuras que os fãs fazem por seus ídolos. O livro tenta desvendar o mistério desse amor um tanto esquisito e desenfreado que só fãs conhecem e, para isso, conta a história de Manu, Gabi e Ritinha, três amigas que moram em Resende, no estado do Rio de Janeiro, que poderiam ser descritas como tietes, fãs fanáticas, doidas varridas, sabe-se lá. Enfim, o trio é do tipo que faz tudo por um pop star.

Ainda mais quando o pop star em questão atende pelo nome de Slack Tom Tompson. Líder da banda mais pop, mais tocada e mais adorada do planeta, a Slavabody Disco Disco Boys, ele é considerado por adolescentes do mundo inteiro O pop star, o papa do pop, o pop em pessoa. Além dele, integram o famosíssimo grupo de acrobatas, dançarinos e, ah, sim!, cantores, três jovens gringuinhos, todos, obviamente, muito, muito pop: Julius Tiger, Alexander Ray Boff e Michael Lazdakson.

Ao descobrirem que seus maiores ídolos vêm ao Brasil para um show no Maracanã, Manu, Gabi e Ritinha fazem de tudo para ver os garotos bem de perto, vivem uma grande aventura mas... nada do que planejam dá certo. Apesar das várias tentativas e técnicas de aproximação, o trio de tietes só se mete em confusão. Uma maior que a outra. As peripécias desastradas acabam levando as meninas a pagar o maior mico de suas vidas, na televisão, em rede nacional.

 

SOBRE A AUTORA

 

 

 

Nas palavras da própria Thalita: "Sou fofa. Pelo menos é o que dizem as boas línguas. Nasci no dia 10 de novembro de 1974, sou carioquésima (daquelas que louvam o Rio e agradecem diariamente por ser de uma cidade tão linda e especial), empolgada, teimosa, escorpiana, portelense, Fluminensesesê!, abracenta, sorridente, chata à beça na TPM, chorona (do tipo ridícula, choro até vendo comercial de detergente), alucinada por sambas e marchinhas de Carnaval, louca por brigadeiro (para comer de colher) e adrenalina — já saltei de pára-quedas e asa-delta algumas vezes — e viciada em algumas séries de TV (Friends, Seinfeld, Sex and The City, Lost e Desperate Housewives são minhas preferidas). A vontade de escrever nasceu quando eu era criança. Do alto dos meus 10 anos eu me autodenominava "fazedora de livros".

 

NOTAS

 

ENREDO: 4

PERSONAGENS: 5

DESENVOLVIMENTO E ESCRITA: 5

INÍCIO: 5

MEIO: 5

FIM: 2

 

NOTA FINAL: 4,3 de 5

 

LIVRO BOM PARA: voltar à adolescência

 

MINHA RESENHA

 

Esse aqui trata-se de uma releitura. Acho que como a maioria das adolescentes do estado do Rio de Janeiro, passei minha pré-adolescência lendo Thalita Rebouças. É uma autora que eu tenho guardada bem no fundinho do coração, foi ela que me inspirou realmente a me dedicar à escrita, começando exatamente por esse livro.

 

Trata-se, pela primeira vez aqui do blog, de uma leitura muito parcial a respeito dessa obra. Quando uma obra marca a gente tão fundo, fica difícil ser objetiva da maneira certa. Lembro que mal eu li esse livro, com meus 11, 12 anos, comecei a emprestar para várias amigas. Todas leram e lembro, como se fosse ontem, da gente brincando do enredo e tentando, de maneira bem infantil, transformar em filme.

 

Foi por conta do anúncio da produção do filme homônimo que bateu aquela vontade de reler essa obra que me fez ter meu lugarzinho no mundo como leitora. Lembro que na época achei o livro sensacional e tive dificuldades para terminar de ler, simplesmente por ter pena de acabar e ter que me despedir das personagens. Vale ressaltar que hoje, por mais que ainda ame esse livro, fiz uma leitura mais crítica e até um pouco anacrônica, já que muita coisa que hoje conversa-se abertamente com meninas jovens, na época do lançamento (meados dos anos 2000) nem era discutido entre mulheres adultas.

 

O enredo continua pra lá de real na vida das adolescentes: as boy-bands e a devoção de suas fãs brasucas. Continua tudo do mesmo jeito, nesse quesito, a adolescência ainda não evoluiu. As personagens continuam incríveis, com personalidades aprofundadas e com falas muito divertidas. Uma delícia ler sobre elas.

 

A escrita da Thalita continua maravilhosa, aconchegante e quem consegue manter sua curiosidade em alta, mesmo recorrendo a alguns artifícios quase fantásticos, mas nada que prejudique a leitura. O livro vai muito bem como um todo, mas o final foi um balde de água fria, de certa forma.

 

O final tem umas coisinhas meio esquisitas, como pais que deram muito valor à sua própria imagem e não cumpriram um papel exatamente paternal, de proteger o filho. Algumas coisas que foram colocadas, tentando parecer engraçadas, foram na verdade humilhantes, não surtindo o efeito desejado. Não gosto de pensar que aquele era o retrato dos pais daquela época, ainda mais que os meus pais estariam na jogada. Acho que foi uma tentativa de vergonha superlativa que ficou condenada a um tipo de humilhação paternal. Deu meio errado.

 

Em defesa da autora (não que ela precise disso), o segundo livro que contém as mesmas personagens conserta alguns probleminhas desse livro e mostra muita coisa maneira que eu considero até uma discussão muito avançada para a época. Mas isso fica para outra resenha. ;-)

 

"Tudo por um Popstar" é um livro infanto-juvenil delicioso, nacional e que mostra a que veio a autora: conquistar uma legião de meninas e torná-las leitoras ávidas.

 

COMPRO, BAIXO, PEGO EMPRESTADO OU PASSO LOTADO?

 

Como é um livro bem comum, é fácil encontrá-lo para pegar emprestado. Se seu desejo é comprar, saiba que não é difícil achá-lo por um preço incrível.

 

ONDE COMPRAR

 

Amazon.com

Saraiva.com.br

Americanas.com.br

 

Quer participar do projeto? Então poste uma foto com o seu Tudo por um Popstar com a hashtag #blog50livros que adorarei ver. E já fez resenha sobre ele no Skoob? Então me envie um email para contato@50livros.com que vou ler com muito amor! ;-)

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Some elements on this page did not load. Refresh your site & try again.

Please reload

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Instagram - Black Circle