© 2017 por 50 Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

RESENHA de "O Homem Perfeito", de Linda Howard

 

SINOPSE DE ORELHA

 

Como seria o homem perfeito? Esse é o assunto que Jaine Bright e suas amigas discutem certa noite. Quais seriam suas principais qualidades? Seria ele alto, atraente e misterioso? Precisaria ser carinhoso e atencioso, ou apenas musculoso? Jaine e suas amigas começam com o básico: precisaria ser fiel e confiável, responsável, ter senso de humor. Conforme a conversa fica mais animada, elas montam uma lista engraçada e picante. Sem querer, a lista é divulgada e, da noite para o dia, se torna uma enorme sensação, chamando a atenção, inclusive, da imprensa local e de canais de TV. Nenhuma das quatro esperava tamanha repercussão. Mas o que começou com uma brincadeira entre amigas se torna algo perigosamente sério quando uma delas é assassinada. Recorrendo a seu vizinho, um detetive imprevisível e muito atraente, Jaine precisa desmascarar o assassino para salvar sua vida. Saber em quem confiar pode ser questão de vida ou morte, pois o sonho de um homem perfeito se tornou um arrepiante pesadelo.

 

SOBRE A AUTORA

 

Linda Howard começou a escrever aos nove anos, e escreveu por vinte anos para sua própria diversão. Ela trabalhava em uma empresa de camionagem, onde ela conheceu o marido, Gary F. Howington, e então decidiu tentar começar seu trabalho publicado em 1980.Seu primeiro trabalho foi publicado pela Silhouette em 1982. Ela é um membro fundador da Romance Writers of America , juntando-se em 1981, logo após ter sido formado.
 

NOTAS

 

ENREDO: 5

PERSONAGENS: 5

DESENVOLVIMENTO E ESCRITA: 4

INÍCIO: 5

MEIO: 5

FIM: 5

 

NOTA FINAL: 4,8 de 5

 

LIVRO BOM PARA: se divertir

 

MINHA RESENHA

 

É chick-lit com investigação policial que você quer, @?

 

Esse livro me surpreendeu um pouco e por inúmeros fatores. Para começar, a sinopse engana bastante. Não espere um romance policial ao estilo Série Mortal, de Nora Roberts. Na verdade, esse livro é um chick-lit, bem romance anos 90 mesmo e que, em determinado momento, acontece um crime e ele começa a fazer parte da trama e não ser a trama propriamente dita. O foco fica mais no romance entre a mocinha e o mocinho.

 

Outra coisa que me surpreendeu foi em como a atmosfera do livro vai mudando. Além disso, a construção dos personagens, principalmente do assassino, é muito boa. Então, você está lá, apaixonado pelo casal, quando de repente, tudo vai ficando sombrio, as pessoas vão morrendo... Sério, gera uma certa tensão no leitor, o que eu acho muito positivo.

 

Uma coisa que me surpreendeu, e nessa não foi uma surpresa boa, foi o ano em que se passa a história. O livro foi escrito em meados da década de 90, mas só foi trazido para o Brasil em 2016. Com isso, a história tem uma defasagem de uns 20 anos. Só que isso não é colocado pela tradução, então você começa a ler achando que se passa nos dias atuais. Mas aí você começa a perceber umas coisas estranhas: tem gente fumando em lugar fechado, ninguém tem celular e a pílula anticoncepcional ainda é considerada mais segura que a camisinha (oi?!). Se você não sai para pesquisar isso, você fica completamente perdido, no melhor estilo: como essa mulher não tem identificador de chamadas em casa?

 

Eu gostei muito da leitura, mas acho que a editora cometeu muitos erros. Creio que muita gente não gosta desse livro porque vai meio ludibriado pela sinopse, achando que vai encontrar a versão feminina do Jo Nesbø, mas acaba em uma Sophie Kinsella dark. Depois fica completamente perdido na linha do tempo por conta da falta de informação e referências somente da década passada. Não custa nada a editora ser mais criteriosa nesse ponto, colocando uma sinopse mais justa e que já aponte a época em que a trama corre.

 

Fora isso, "O Homem Perfeito" foi uma leitura bem gostosa de fazer, mas ela só vai funcionar quando for para o público certo: a galera que gosta de romance com um toque a mais de mistério.

 

COMPRO, BAIXO, PEGO EMPRESTADO OU PASSO LOTADO?

 

Li em e-book e confesso que a diagramação está meio ruim, mas também não vi a versão em papel para saber se ela vale a pena pelo valor meio alto que está sendo cobrada. Então, se você gostou da premissa do livro, procure pegar emprestado com alguém ou investir mesmo assim na versão digital, já que está com um preço bem mais acessível.

 

ONDE COMPRAR

 

Amazon.com
Saraiva.com.br

Submarino.com.br (via Ad.fly)

 

Quer participar do projeto? Então poste uma foto com o seu O Homem Perfeito no Instagram com a hashtag #blog50livros que adorarei ver. E já fez resenha sobre ele no Skoob? Então me envie um email para contato@50livros.com que vou ler com muito amor! ;-)

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Some elements on this page did not load. Refresh your site & try again.

Please reload

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Instagram - Black Circle