© 2017 por 50 Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

RESENHA de "O Quarto Dia", de Sarah Lotz

 

SINOPSE DE ORELHA

 

Em O Quarto Dia, Sarah Lotz conduz o leitor por uma viagem de réveillon que tinha tudo para ser perfeita. Mas às vezes o novo ano reserva surpresas desagradáveis...

Janeiro de 2017. Após cinco dias desaparecido, o navio O Belo Sonhador é encontrado à deriva no golfo do México. Poderia ser só mais um caso de falha de comunicação e pane mecânica... se não fosse por um detalhe: não há uma pessoa viva sequer no cruzeiro.

As autoridades acham indícios de uma epidemia de norovírus, mas apenas descobrem os corpos de duas passageiras. Para piorar, todos os registros e gravações de bordo sofreram danos irreparáveis. 

Como milhares de pessoas podem ter sumido sem deixar rastro? Teorias da conspiração se alastram, mas só há uma certeza: 2.962 passageiros e tripulantes simplesmente desapareceram no mar do Caribe.

 

SOBRE A AUTORA

 

Sarah Lotz é roteirista e autora de romances pulp piction com uma queda pelo macabro e por nomes falsos. Escreve histórias de terror urbano como SL Grey e uma série jovem de zumbis com sua filha, Savannah, sob o pseudônimo Lily Herne, além de livros eróticos como Helena S. Paige. Mora na Cidade do Cabo com a família e seus animais de estimação.

 

NOTAS

 

ENREDO: 5

PERSONAGENS: 5

DESENVOLVIMENTO E ESCRITA: 5

INÍCIO: 5

MEIO: 5

FIM: 5

 

NOTA FINAL: 5 de 5 + ❤️

 

LIVRO BOM PARA: sentir muito medo

 

MINHA RESENHA

 

Oficialmente esse é o livro mais assustador que eu já li até agora.

 

Já tinha lido outro livro da autora, "Os Três", e me foi informado que esse, "O Quarto Dia", era sua continuação. Não sei se concordo com essa afirmação. Ambos pertencem ao mesmo universo distópico, mas é possível ler cada um da ordem que bem entender.

 

Fora isso, foi uma leitura excelente, me arrepiou demais. A forma como o suspense e toda a ambientação são construídas me deixou completamente imersa. A alternância entre as narrativas também foi ótima, dando diferentes pontos de vista.

 

Adorei os personagens, todos são imperfeitos, mas cada um tem uma história própria para contar. Toda a narrativa vai em um crescendo e você sente isso através de como o olhar dos personagens vai mudando. É como estar dentro de um labirinto que parece impossível de escapar.

 

Não quero falar muito, pois acho que um spoiler ingênuo aqui poderia acabar com toda a experiência de leitura. Contudo, garanto que é um livro incrível para quem gosta de uma história bizarra e que pode gerar diversos calafrios.

 

"O Quarto Dia" foi uma leitura perfeita, cheia de tensão e com um final incrível, surpreendente.

 

COMPRO, BAIXO, PEGO EMPRESTADO OU PASSO LOTADO?

 

Li esse livro no formato físico, tinha comprado ele na Bienal do RJ de 2017. Ele tem a versão em ebook e, tendo lido seu antecessor nesse formato, digo que também é uma boa pedida. No físico, a capa sem orelhas pode incomodar um pouco, mas o corte das páginas é lindo e impactante.

 

ONDE COMPRAR

 

Amazon.com

Saraiva.com.br

Livraria da Folha (via Ad.Fly)

Quer participar do projeto? Então poste uma foto com o seu O Quarto Dia com a hashtag #blog50livros que adorarei ver. E já fez resenha sobre ele no Skoob? Então me envie um email para contato@50livros.com que vou ler com muito amor! ;-)

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Some elements on this page did not load. Refresh your site & try again.

Please reload

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Instagram - Black Circle